Incontestável

Ontem, aqui no blog, escrevi sobre as lições que os times brasileiros poderiam aprender com o fracasso de quatro equipes do País na Copa Libertadores. O maior deles, pra mim, era a definição de que não havia jogo ganho de véspera. Que era necessário respeitar o adversário sempre. E a vitória incontestável do Coritiba na quinta-feira sobre o Palmeiras resume isto.

Pode-se dizer agora que o Coxa passou por cima, que é muito melhor, coisa e tal. Algo que o próprio Luiz Felipe Scolari disse. Mas todos sabemos que o Palmeiras tem um time organizado, que no entanto não teve como parar a ótima atuação alviverde. Que começou na atitude dos jogadores e da comissão técnica, que respeitaram o time paulista desde a classificação pras quartas-de-final da Copa do Brasil.

E respeitar significa observar as virtudes e os defeitos do adversário. Antes do jogo, Marcelo Oliveira avisou: “Vamos ter cuidado com as qualidades deles, que não são poucas”. E foi isso que aconteceu. Além de jogar o futebol que já acompanhávamos por aqui, o Cori anulou as peças importantes do Palmeiras – a velocidade dos meias, o talento de Kleber, a cadência de Lincoln. E partiu para cima dos defeitos – a defesa que marca mal por baixo, as fragilidades nas laterais. Em contrapartida, os visitantes não sabiam nada – ou muito pouco – dos donos da casa. O resultado foi o impiedoso 6×0.

Que também mostrou respeito. Em jogos de semelhante superioridade, o Coritiba passou a abusar dos toquinhos e lances mais burilados. Ontem, jogou com seriedade nos 93 minutos de partida, marcando forte, fazendo faltas quando necessário, e com objetividade quando tinha a bola dominada. Aquele pecado visto no Campeonato Paranaense foi corrigido, e com sobras.

Não dá para apontar um único jogador como destaque da partida. Jonas fez seu melhor jogo pelo Coritiba, Emerson estraçalhou, Léo Gago não errou um passe, Davi tomou conta do meio, Bill mostrou virtudes até então desconhecidas. E ainda teve Edson Bastos seguro, Pereira infalível, Lucas, Cleiton, Rafinha, Donizete… Foi uma atuação de gala. Que não pode se encerrar no 6×0. O Coxa sabe que ainda há um jogo de volta pra consolidar a classificação pras semifinais. Respeitar o Palmeiras continua sendo importantíssimo.

***

Interessante como ainda há quem tome o resultado como um fracasso do Palmeiras e não como um êxito do Coritiba. É possível avaliar as duas situações em conjunto, mas não apenas um fiasco paulista. Mas é aquela coisa – o mais fácil pra quem não tem caráter é deslustrar o trabalho do outro, em vez de valorizar o seu.

***

Com o Coritiba quase classificado, a expectativa de dois semifinalistas do Estado na Copa do Brasil fica com o Atlético jogando no Rio. Eu acredito. E queria ver a cara daqueles que adoram desvalorizar o futebol paranaense.

Anúncios

Sobre futebolmutante

Jornalista. Em busca de um espaço pra falar de futebol (novo e velho), música (velha), TV e outros temas relevantes. É pra ser um espaço de leveza, apesar do tamanho do blogueiro. A sério, o papo é na 98FM.
Esse post foi publicado em Coritiba, Rola, bola! e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Incontestável

  1. Lucas Hartmann Silva disse:

    É isso aí Cristian!!!! Tem torcedor querendo q o Ceará passe o flamengo, mas eu prefiro q venha o flamengo. Vamos mostrar pro Brasil quem é o Coritiba e quem é o povo do paranaense!!!!

  2. Michel disse:

    Mais um ótimo texto, como sempre. Gosto muito da sua visão dos fatos, de como tem que ser dito mesmo.

    Ontem o Coritiba deu uma aula de futebol, foi um show, espetáculo e por aí vai. Com muito respeito e humildade, o Coritiba massacrou o Palmeiras e mostrou que o jogo é ganho de dentro de campo. O Brasil conheceu quem é o Coritiba, mas como você mesmo citou, ainda tem gente com a petulância de dizer que foi o Palmeiras que perdeu, não que o Coritiba ganhou.

    É de encher os olhos ver esse time jogar. Todos foram bem, é até injusto escolher só um, mas o que falar do Léo Gago? Como joga!
    Só alegria para o povo coxa branca.

    Que continue assim, jogando bola e respeitando o adversário, que assim chegaremos ao título!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s